A pequena ilha de Okunoshima, também chamada de Usagi Shima, fica localizada na província de Hiroshima, há 3km de Takehara.




 

Seu nome, Usagi Shima (うさぎ島) ou Ilha do coelho, foi dado após a segunda guerra mundial.

A ilha, que tem cerca de 4km de comprimento, foi inicialmente utilizada pela Marinha imperial japonesa para propósitos bélicos e sua função era servir de base, para desenvolver gás mostarda e gás lacrimogênio em 1925.

A escolha da ilha foi dada porque a sua localidade era isolada, de condução segura e próxima o suficiente de Tokyo, facilitando o suporte em caso de desastres.

E por jurisdição militar japonesa, o local, que era de preservação de pesca, foi convertida em reator de gases tóxicos.

Porém, o fim da guerra interrompeu a sua produção e o projeto foi abandonado e mantido em sigilo.

Como os coelhos chegaram

Durante a guerra, muitos coelhos foram usados como peões para testes de armas químicas.

A sua grande maioria foi morta durante a demolição dos prédios e fábricas, porém os que sobraram, acabaram se reproduzindo e ocupando completamente a ilha, que até pouco tempo, era desconhecida pela população.

Entretanto, há mais histórias que contam sua origem.

A população local conta que, na verdade, os coelhos chegaram através de turismo após a guerra, trazidos por uma excursão escolar infantil, onde se perderam e ficaram por lá.

Por fim, a chegada dos coelhos é desconhecida, mas eles são o maior motivo do turismo na ilha. E a gente vai te explicar o porquê.

 

Turismo na ilha

Para visitar a ilha é bem fácil.

  • É preciso pegar uma balsa nas cidades de Tadanoumi ou Omishima.
  • A sua maior atração é alimentar e brincar com os coelhos (inclusive não paga nada para visitá-la, você apenas tem que comprar balas e comidas para os coelhos).
  • Existem muitas trilhas pela ilha, onde você pode encontrar diversos tipos de coelhos, de diferentes cores e raças. Uma volta completa na ilha, dura cerca de 2h.
  • São aceitas bicicletas (que inclusive é um jeito rápido, fácil e divertido de circular).
  • Nadar também é permitido. Há uma pequena praia no local, com águas limpas e cristalinas.
  • O museu do gás foi inaugurado em 1988 e também pode ser visitado. A entrada custa ¥100 e dura o período de 30min.
  • Há hotéis e restaurantes na ilha, com direito a descanso e um bom café (sem coelhos pedindo comida).

 

Se você gosta de coelhos e um bom descanso numa bela ilha paradisíaca (e muito fofa), vale a pena visitar Okunoshima. A diversão é garantida, principalmente se você tem crianças.

 

Fontes: Worldtripdiaries, Skdesu, wikipedia, japão em foco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.