O Comitê Olímpico Internacional (COI) está se doando muito pelo projeto das Olimpíadas de 2020 que acontecerá em Tokyo.

O COI se esforça cada vez mais para que este seja o evento mais revolucionário da história das olimpíadas.

O Japão não está poupando esforços financeiros e também sociais, uma vez que o povo japonês está cogitando se tornar adepto a aceitação de tatuagens no país e também casamento entre pessoas LGBTQ+, além de uma serie de outras mudanças no ambiente social do país.

Além disso o Japão disponibilizará táxis patrocinados pela Toyota que atenderão a todo tipo de público, e também taxis camaleões, que mudam a cor da lataria do veículo para indicar se o transporte está vago ou ocupado.




 

E claro, não podíamos falar das atrações que o COI está guardando pras Olimpíadas. Sabemos que a marca cultural dos japoneses, aqui no ocidente são os animes e os mangás. São a marca registrada da cultura nipônica no nosso cotidiano, sendo assim nada mais justo a COI ter reservado o Studio Ponoc para criar a primeira animação da história dos Jogos Olímpicos!

Foi divulgado pelo próprio estúdio que o desenho animado será centrado em torno do espírito olímpico de “excelência, respeito e amizade” e está programado para ser concluído na próxima primavera. O produto acabado pertencerá ao COI e fará parte da coleção do Museu Olímpico de Lausanne, na Suíça.

“Eu quero fazer um filme que deixe as crianças empolgadas com as Olimpíadas”, disse o fundador e CEO do Studio Ponoc, Yoshiaki Nishimura, em coletiva de imprensa. “O tipo de mundo que queremos ver no final de toda esta competição, mesmo depois das Olimpíadas, será um tema importante.”

Francis Gabet, diretor da Fundação Olímpica para Cultura e Patrimônio, disse que a forte associação que as pessoas têm entre o Japão e a animação deu ao COI a idéia do projeto.

O COI contratou o Studio Ponoc com grandes expectativas de que o estúdio produzirá um filme que transmitirá os valores olímpicos para crianças de todo o mundo.

O Studio Ponoc é formado por ex-membros do Studio Ghibli, o estúdio foi inaugurado em 2015 e está localizado em Musashino, no oeste de Tóquio. Eles serão os responsáveis pela produção do curta, previsto para estrear nos Jogos de Tóquio em 2020, antes de ser exibido em outras cidades olímpicas e outros locais, disse em um festival de cinema de animação no leste França.

Três dos curtas animados do estúdio lançados no ano passado – “Kanini & Kanino”, “A vida não vai perder” e “Invisible” – foram exibidos segunda-feira no Annecy International Film Festival, em um antologia chamado “Modest Heroes”.

Fonte: Mundo-Nipo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.