Um homem na faixa dos 40 anos apareceu na Delegacia de Asakusa (Tóquio) no mês passado para se entregar, ele disse “me entrego por que descobriram que assassinei uma pessoa”.

Os policias ouviram o depoimento do homem e colheram as digitais, no dia 20 conferiram com as encontradas no local de um crime ocorrido em Adachi-ku, em Tóquio, em 2002, e ficou constatado que são realmente dele.

Devido a lei que mudou há 9 anos, os crimes de assassinato não tem mais prescrição. Por isso o assassino desse caso responderá na justiça.

Fonte: Headline Yahoo

https://headlines.yahoo.co.jp/videonews/fnn?a=20190121-00410218-fnn-soci.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.