O guitarrista fez o impossível. T-cophany tocou uma guitarra de brinquedo de baixíssima qualidade. 

Muitos pais gostam de dar brinquedos musicais para os filhos poderem se expressar de maneira diferente e para gostar do mundo da música, porém o que muitos não sabem é que apesar de alguns brinquedos parecerem bem reais e uma ótima escolha, definitivamente deveriam ser descartados dessa opção. 

Algumas guitarras de uma loja de promoção de 100 ienes no Japão são a prova viva disso. 

O brinquedo é intocável, tornando impossível fazer um som agradável com ela. 

Mas como ele soaria nas mãos de um guitarrista profissional? 




 

O músico T-cophany, que conquistou muitos seguidores no Youtube por usar técnicas com os dedos para criar várias camadas de sons, é incrivelmente talentoso. 

Veja um de seus vídeos: 

Dito isto, como ele se sairia tocando um desses brinquedos baratos? Será que soariam de maneira suave? 

T-cophany respondeu essa dúvida ao gravar um vídeo para o Youtube tocando uma dessas guitarras de 100 ienes, e você pode conferir logo abaixo.  

Ressaltando que ele não está apenas tocando uma guitarra de brinquedo, mas sim uma péssima guitarra de brinquedo e ele fez isso de maneira belíssima e com muita qualidade. 

Nos comentários de seu vídeo, o guitarrista recebeu muitos elogios: 

“Isso é muito além de um guitarrista comum. Incrível! ” 

“ Uau, você fez isso ainda melhor do que eu esperava !! ” 

“ Tcophony com uma guitarra de US $ 1 é muito melhor do que eu com uma guitarra de US $ 1.000.” 

No entanto em um comentário do vídeo, T-cophony afirma que fez algumas pequenas alterações na guitarra, pois antes era impossível sair algum som legal. 

Com essa experiência, ficou claro que nem todo brinquedo que se pareça com um instrumento musical é tocável, então na próxima vez, antes de comprar um desses instrumentos de brinquedo de 100 ienes, é melhor economizar para algo mais útil. 

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here