Baseado em uma pesquisa internacional trienal sobre capacidade acadêmica em 2018, a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico disse nesta última terça-feira (3), que os estudantes japoneses se classificaram no nível mais baixo de todos os tempos relacionados a leitura, porém permanecendo no topo em ciências e matemática. 

O Programa de Avaliação Internacional de Estudantes (PISA), avaliou cerca de 600 mil estudantes de 15 anos de idade de 79 países e regiões diferentes.  

Os estudantes japoneses ficaram com a 15º colocação em leitura, diferente da oitava colocação nos testes realizados em 2015.  

Os estudantes japoneses obtiveram uma média de 504 pontos em leitura, o que foi superior à média de 487 entre os 37 membros da OCDE, mas caiu 12 pontos no teste anterior, com os alunos na faixa inferior marcando menos de 408 pontos, representando 16,9%, 4,0 pontos percentuais. 

No entanto, o ministério da educação acredita que os estudantes japoneses tem espaço para melhorias na busca de informações a partir de textos, além de avaliar a credibilidade dos textos e explicar claramente seus pensamentos a outras pessoas. 

O ministério da educação acredita que os estudantes japoneses têm espaço para melhorias na busca de informações a partir de textos, além de avaliar a credibilidade dos textos e explicar claramente seus pensamentos a outras pessoas. 

Leia também: Playstation é reconhecido pelo Guinness como o console mais vendido do mundo

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here