Início Mundo Ciência Pesquisa indica que a retirada do apêndice pode diminuir as chances de...

Pesquisa indica que a retirada do apêndice pode diminuir as chances de doença de Parkinson

429
0
O apêndice acumula uma proteína chamada alfa-sinucleína, que está ligada diretamente à doença neurodegenerativa; Foto: FioCruz
Cientistas norte-americanos descobriram que o Parkinson pode ter origem no sistema digestivo.

A revista Science Translational Medicine publicou uma pesquisa que indica que a origem da doença de Parkinson está no sistema digestivo, especificamente no apêndice, órgão cuja a utilidade no corpo humano ainda não foi descoberta.

O apêndice acumula uma proteína chamada alfa-sinucleína. A proteína em questão está diretamente ligada à doença neurodegenerativa, sendo capaz de de deslocar por um nervo que conecta o gastrointestinal até o cérebro, se espelhar nele, e assim, ter efeitos neurotóxicos matando os nervos, principalmente, os que são responsáveis pelos movimentos do corpo.

Dados médicos de 1,6 milhões de suecos em 50 anos foram analisados pelos pesquisadores do instituto Van Andel Research, localizado nos Estados Unidos, e foi descoberto que as pessoas que haviam retirado o apêndice tiveram 20% a menos de chance de desenvolver a doença. Além disso, foi descoberto que as que se mantiveram com o apêndice, tinham a proteína alfa-sinucleína nele.

“Apesar de ter uma reputação de algo completamente desnecessário, o apêndice desempenha um papel importante no nosso sistema imunológico, na regulação da composição de nossas bactérias intestinais e agora, como mostramos com o nosso trabalho”, diz a pesquisadora Labrie.

“Não estamos promovendo a apendicectomia como uma forma de proteger contra a doença de Parkinson”, afirmou. “Seria muito mais sensato controlar ou reduzir a formação excessiva de alfa-sinucleína para reduzir sua superabundância ou impedir que ela escape”, acrescentou.

Fonte: UOL

https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/bbc/2018/11/03/retirar-o-apendice-pode-diminuir-riscos-de-ter-doenca-de-parkinson-indica-pesquisa.htm.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here