[faceturbo]Com o surgimento da peste suína africana, o governo japonês estuda dar mais poderes aos oficiais de quarentena nos aeroportos, como parte de medidas para impedir que a peste suína entre no país.  

No Japão ainda não foram confirmados casos, mas já existem casos de surtos de doenças fatais e altamente contagiosas que foram relatadas na China, Coréia do Sul e outras regiões da Ásia. 

O Ministério da Agricultura já está trabalhando em formas de bloquear que o vírus da peste suína africana entre no país. 

Dentre as medidas, o governo planeja permitir que oficiais de quarentena nos aeroportos perguntem aos viajantes se eles possuem algum produto à base de carne e que também possam revistar a bagagem sem o consentimento do proprietário. 

O plano também inclui multas pesadas para quem trouxer alimentos à base de carne não autorizados. Atualmente, com base nas leis atuais, os infratores podem pegar até três anos de prisão ou uma multa de até 9.200 dólares, cerca de 38 mil reais em conversão direta. 

Além disso, porcos não infectados que estivessem próximos de um porco doente poderiam ser abatidos. O ministério planeja submeter todas essas medidas e revisões legais propostas em uma sessão ordinária do ano que vem.  

Leia também: Visando evitar acidentes causados por idosos, Japão cogita medida drástica

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão [/faceturbo]

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here