O legado de três meses de incômodo encerrou-se na cidade de Fukuoka, no dia de 29 de setembro, com a prisão de um sargento da polícia de Fukuoka identificado como Takashi Atsuchi. 

O policial não foi preso por roubo nem assassinato, ele foi preso por ir ao banheiro feminino sem permissão e entupir o vaso sanitário para que ele ficasse inutilizável para as mulheres. 

Atsuchi vinha fazendo isso em uma loja  de conveniência em Lawson, na área de Hirao, na ala Chuo, desde julho deste ano.  




De acordo com os funcionários, há registros de seis incidentes diferentes de entupimento do banheiro feminino, dois dos quais exigiam encanadores profissionais para consertar.

De acordo com uma investigação, o homem estava usando papel higiênico para entupir os vasos sanitários.

Quando as mulheres saiam reclamando que o banheiro estava entupido, Atsuchi podia ser visto olhando para a loja do lado de fora. 

Sabendo disso, quando Atsuchi retornou para a loja para fazer isso novamente, os funcionários contataram a polícia e ele foi preso em flagrante. No seu depoimento ele disse que “estava interessado nos banheiros femininos. Eu queria entrar e ver.” 

Em uma declaração, a Polícia da Província de Fukuoka disse que este era um comportamento inadequado e pediu desculpas pelo incidente. 

Leia também:  Último serviço de pager no Japão é desligado

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here