Umas lixeiras dizem latas, outras garrafas, mas por fim, tudo acaba no mesmo compartimento. 

Um grande aborrecimento que muitos viajantes no Japão notam, é a falta de latas de lixo pela cidade. 

Essa “falta” nasceu por conta da cultura do Japão, de não comer lanches enquanto caminha. Outro fator também se atribui pelo fato de que quase todo homem e mulher carrega algum tipo de bolsinha que permite colocar o lixo. 

Por outro lado, há muitas lixeiras para latas e garrafas plásticas por  

Você pode encontrar uma em quase toda máquina de venda automática e também perto das entradas e saídas de lojas de conveniência e supermercados. 




Mas o mais estranho, é que muitas vezes, as lixeiras tem duas aberturas, uma com o nome “latas” e outras com “garrafas pet”. Mas se você olhar para dentro, verá que há duas aberturas que levam para o mesmo canto. 

Isso é, de fato, algo que sempre nos intrigou.  

Por isso decidimos chamar um dos maiores fabricantes de refrigerantes para explicar o porquê. 

Os repórteres do Sora News, fizeram a honra de ligar para a central da Coca-Cola para perguntar: “Se as latas e garrafas vão para o mesmo lugar na lixeira, porque existem duas aberturas?” 

A resposta da atendente foi: 

“Eles foram projetados dessa maneira para conscientizar as pessoas sobre a necessidade de separar materiais recicláveis de outros lixos”. 

Com a dúvida quase sanada, os repórteres tentaram ainda ligar para a divisão de refrigerantes da Asashi e fizeram a mesma pergunta.  

A resposta foi: 

as caixas são projetadas com duas aberturas para que as pessoas estejam cientes da necessidade de separar os materiais recicláveis. 

Definitivamente, o repórter entendeu o recado.  

Nunca iriamos imaginar que o intuito de criar uma caixa de lixo de duas aberturas, era apenas educativa. 
Sendo útil ou não, pelo menos, de certa forma, esse tipo de atitude nos faz lembrar da importância de separar o lixo, e nós somos muito gratos pela forma como o Japão se importa com pequenas coisas como essas. 

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here