Início Brasil Primos que mataram ambulante que defendeu transexuais são condenados

Primos que mataram ambulante que defendeu transexuais são condenados

302
0
Luiz Carlos Ruas, assassinado por defender dois travestis que sofriam agressão. Pena que no Brasil acontecem casos deste tipo. Foto: Notícias ao Minuto
Os primos receberam uma pena de 15 anos.

No dia 25 de dezembro de 2016, Alipio Rogério Belo dos Santos (26) e Ricado Martins do Nascimento (21) receberam prisão preventiva após matar Luiz Carlos Ruas (54), um ambulante que defendeu duas transexuais que estavam apanhando dos primos na estação Dom Pedro II.

Os dois estavam presos em prisão preventiva, mas na quinta-feira (13), os dois foram condenados a 15 anos e três meses de prisão pela Justiça pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima.

A defesa da vítima não se manifestou sobre o caso.

 

Comentário:

As penas são brandas devido à insuficiente rigidez da lei brasileira. A vida de um homem de bem não vale mais que 15 anos. Luiz Carlos Ruas agiu de forma humana e de extrema coragem, foi covardemente assassinado por dois seres que envergonham sua família, nos envergonham por serem brasileiros.

Precisamos de leis rigorosas para que casos como este seja coisa do passado.

Mundo-Nipo

Fonte: Globo

https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2018/12/15/primos-sao-condenados-a-15-anos-de-prisao-por-matar-ambulante-que-defendeu-transexual-no-metro.ghtml.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here