Início Japão Crime Prisão de Ghosn deve ser prolongada devido nova acusação de promotores do...

Prisão de Ghosn deve ser prolongada devido nova acusação de promotores do Japão

319
0
A promotoria pede a permanência de Carlos Ghosn e Greg Kelly por mais 10 dias. Foto: Transport Topics

Novas acusações contra o executivo Carlos Ghosn por sonegação, podem surgir dos promotores de Tóquio, mantendo o ex-presidente do conselho de administração da Nissan Motor preso até o final do ano.

Desde de 19 de novembro Ghosn está preso em Tóquio, sob suspeita de conspirar com o ex-diretor representante da Nissan Greg Kelly para reduzir o valor de seus ganhos em cerca de 50 por cento em relação ao valor real de 10 bilhões de ienes.

Os promotores pretendem prender Ghosn e Kelly pelo mesmo crime, em relação ao período de 2015 e 2017, no qual ambos supostamente subestimaram a renda de Ghosn em cerca de 4 bilhões de ienes.

Sendo aprovado pelas autoridades essa nova acusação, Ghosn e Kelly deverão continuar em custódia até 30 de dezembro.

Suspeitos de crimes poderão ser mantidos em custódia por 10 dias e poderá-se estender por mais 10 dias caso a justiça do Japão atender a pedido da promotoria. No final, os promotores têm que encaminhar uma acusação formal ou deixar os acusados saírem da cadeia.

Fonte: Alternativa Online

http://www.alternativa.co.jp/Noticia/View/78721/Promotores-do-Japao-tem-nova-acusacao-contra-Ghosn-e-prisao-deve-ser-prolongada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here