A Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) fez uma pesquisa com diversos professores em 48 países, no qual seu  objetivo era conhecer o conteúdo das aulas e suas condições de trabalho.

Os dados do Japão revelam que os professores não sentem que seus alunos se sentem estimulados ou engajados nos estudos e apenas 24,1% dos professores avaliam positivamente seu próprio trabalho, contra 86,3% que representa uma média mundial.




 

Outro problema apresentado, foi o uso de tecnologias digitais dentro das instituições de ensino, no qual 35% disseram fazer uso de ferramentas digitais, diante a 66,7% da média mundial.

Os professores não mostram confiança em seus métodos didáticos, o relatório da OCDE avalia a capacidade intelectual dos estudantes do país, como alta, tal como a dos professores.

Fonte: NHK WEB NEWS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.