Início Destaques Japão Reconhecimento facial para jogos de azar

Reconhecimento facial para jogos de azar

448
0
O uso de sistemas de reconhecimento facial é parte de um plano básico para combater o vício do jogo. Foto: フリー素材ドットコム

O governo disse na quinta-feira (07) que planeja pedir aos operadores de corridas (cavalo, bicicleta, lancha, etc.) e pachinko que considerem o uso de sistemas de reconhecimento facial para restringir a admissão de viciados em jogos de azar.

O uso de sistemas de reconhecimento facial é parte de um plano básico para combater o vício do jogo que o governo elaborou para abrir caminho para a abertura de cassinos no Japão. Os sistemas de reconhecimento facial podem ajudar a identificar eficientemente os viciados em jogos de azar, depois que restrições à entrada em pistas de corrida e salões de pachinko são solicitados por eles mesmos ou por membros da família, disseram autoridades.

O plano do governo também inclui a remoção de caixas automáticos desses sites de jogos de azar. Depois de buscar opiniões do público, o governo pretende adotar o plano no próximo mês. O plano, que será revisado a cada três anos, também cobrirá corridas de bicicleta e lanchas.

O governo disse que as restrições de admissão contra dependentes de jogos de azar com base em pedidos de membros da família serão introduzidas para salas de pachinko durante o ano fiscal de 2019, que termina em março do próximo ano.

O esboço do plano prevê a introdução de um sistema no ano fiscal de 2020 que permita aos viciados em jogos de azar definir um limite máximo de quanto eles comprarão no momento da aquisição de bilhetes de apostas de cavalos e corridas de barcos online.

O plano busca que a indústria do jogo e seus operadores desenvolvam diretrizes de propaganda para que o desejo das pessoas de jogar não seja estimulado.

Segundo o plano, o ministério do bem-estar criará gabinetes de consulta sobre o vício em jogos de azar em todas as prefeituras e grandes cidades designadas por regulamentações em torno do ano fiscal de 2020.

No ano fiscal de 2020, o ministério fará uma pesquisa sobre questões envolvendo dependência do jogo, incluindo múltiplas dívidas, pobreza, abuso, suicídio e crime. O ministério começará a investigar os efeitos do vício do jogo sobre abuso infantil no ano fiscal de 2019.

O esboço pede ao Ministério da Educação que reforce a educação escolar sobre o vício em jogo. A Agência Nacional de Polícia instruirá os departamentos de polícia da província a reprimir o jogo ilegal. 

Fonte: JIJI

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/03/07/national/japan-use-facial-recognition-restrict-admission-gambling-addicts/#.XIEwqyhKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here