Início Destaques Japão Redução da maioridade de 20 para 18 preocupam jovens

Redução da maioridade de 20 para 18 preocupam jovens

297
0
Perguntados se estão preocupados com essa possibilidade, 64,3% dos entrevistados mais jovens disseram "sim". Foto: Otome Tea Time

Mais de 70% das pessoas entre 16 e 22 anos no Japão acreditam que as cerimônias oficiais de maioridade devem continuar sendo realizadas aos 20 anos, mostrou uma pesquisa do Gabinete, enquanto o governo se prepara para reduzir a idade adulta para 18.

Embora não existam regras legais que estabeleçam uma idade para as cerimônias de maioridade oferecidas pelos governos locais, elas são tradicionalmente realizadas para jovens de 20 anos.

A pesquisa, divulgada na sexta-feira (15), mostrou que 71,9% dos entrevistados disseram que tais cerimônias deveriam ser realizadas para pessoas de 20 anos, enquanto 18,9% responderam aos 18 e 7,5% escolheram 19.

A pesquisa baseada em entrevistas abrangeu 3.500 pessoas com idade entre 16 e 22 anos e 1.500 com idade entre 40 e 59 anos. Foi realizada entre 29 de novembro e 24 de dezembro do ano passado e obteve respostas válidas de 51,5% do grupo mais jovem e 63,9% do grupo mais velho.

Os entrevistados mais velhos também têm uma forte crença de que tais cerimônias deveriam ser para aqueles com 20 anos, com 55 por cento apoiando essa idade, seguido por 34,4 por cento apoiando 18 e 6,3 por cento favorecendo 19.

As cerimônias de maioridade para os jovens de 18 anos podem ter menos participantes porque muitos exames de admissão à faculdade são realizados na época de tais cerimônia.

Perguntados sobre quando tais cerimônias deveriam ser realizadas, 63,4% dos jovens entrevistados citaram janeiro, 24,1% responderam em março e durante as férias de primavera, 7,2% escolheram abril e maio, o que inclui o período de férias do Golden Week.

Preocupações têm sido expressadas sobre pessoas de 18 e 19 anos que se tornam vítimas de crimes contra o consumidor depois que a idade adulta é reduzida, já que a mudança permitirá que os jovens assinem contratos e façam transações quando completarem 18 anos, ao invés de 20.

Perguntados se estão preocupados com essa possibilidade, 64,3% dos entrevistados mais jovens disseram “sim”.

Sobre as razões para sua preocupação, com múltiplas respostas permitidas, 59,4% afirmaram não saber que tipo de dano poderiam sofrer quando fecham contratos ou realizam transações.

Enquanto isso, 58,9 por cento citaram a falta de conhecimento legal e relacionado a contratos e transações, enquanto 45,3 por cento disseram que não sabem o que fazer se tornarem vítimas de tal crime.

“Vamos trabalhar intensivamente na educação do consumidor nos próximos três anos”, disse uma autoridade da Agência de Assuntos do Consumidor.

Fonte: JIJI

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/03/16/national/young-people-japan-say-coming-age-ceremonies-continue-held-20-year-olds/#.XI-yCChKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here