O Ministério da Agricultura disse na terça-feira que encontrou 63.722 reservatórios em todo o Japão que podem ser um perigo para as pessoas se forem atingidas por desastres naturais.




 

A cifra do final de maio subiu cerca de 5,6 vezes em relação ao número confirmado no final do ano fiscal de 2017, quando o ministério reexaminou tais reservatórios sob novos padrões estabelecidos após chuvas fortes que atingiram o oeste do Japão em julho do ano passado de reservatórios a colapsar.

De acordo com os padrões do ministério estabelecidos em novembro do ano passado, os reservatórios perigosos são definidos como aqueles que têm habitação ou instalações públicas localizadas a menos de 100 metros de onde as inundações são esperadas em caso de chuva forte e outros desastres naturais.

Após cuidadoso escrutínio, o ministério confirmou cerca de 167.000 reservatórios, reservatórios artificiais destinados a garantir água para uso agrícola, em todo o Japão, contra 198.000, uma vez que excluiu aqueles que foram abolidos.

Fonte: KYODO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.