Esta semana, a rede de notícias NHK, teve uma entrevista exclusiva com um dos sobreviventes do ataque armado que ocorreu na semana passada no Afeganistão, que deixou 6 pessoas mortas, incluindo o médico japonês Tetsu Nakamura. 

O sobrevivente é um dos funcionários da Organização Peshawar-kai, que concedeu uma entrevista para a NH, neste último domingo em Jalalabad, na província de Nangarhar, ao leste do Afeganistão. 

Tetsu Nakamura era o representante local da Peshawar-kai, uma ONG que auxiliava pessoas em situação de risco no país.  

O sobrevivente disse que era o motorista da ONG há 15 anos e que estava conduzindo um veículo atrás do carro do médico, quando foi atacado e ele conseguiu fugir. 

Segundo o seu depoimento, ele percebeu que o carro de Nakamura havia perdido velocidade repentinamente, achando que poderia ter sido culpa de alguma colisão. Ele disse que quando estava indo saber o que havia acontecido, tiros começaram a ser disparados.  

Ao terminar o tiroteio, o motorista disse que ouviu os criminosos perguntarem se ainda havia alguém vivo. Imediatamente ele abriu a porta de seu carro e fugiu a pé, correndo pela rua.  

Depois que os criminosos deixaram o local, o sobrevivente disse que retornou ao local e imediatamente dirigiu-se para Nakamura, que disse que estava tudo bem. 

Ainda segundo o depoimento, Nakamura repetia constantemente que estava bem, enquanto era conduzido para o hospital. Infelizmente, ao chegar no pronto-socorro, o médico não resistiu e morreu no local. 

A polícia atualmente está entrevistando o homem, procurando descobrir quem foram os autores dos disparos. 

Leia também: Médico japonês é morto no Afeganistão ao prestar serviços voluntários

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here