No Japão, o número de infectados vem crescendo, preocupando as autoridades locais. A rubéola é uma doença contagiosa e perigosa principalmente para as grávidas, pois causa má formação do feto.




Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Doenças Infecciosas, apontaram que neste ano, 2.004 pacientes foram diagnosticados com a doença. Na semana encerrada no dia 21 de julho, mais 22 casos foram registrados.

 

Desde o verão do ano passado, 5 mil pessoas já foram infectadas, se assemelhando ao cenário do surto de 2013.

 

A maior parte dos infectados estão na faixa de 40 a 57 anos, correspondendo a uma parte da população que não foi vacinada na infância. O governo oferece vacinas gratuitas para essas pessoas.

 

O maior número de infectados foi na região de Kanto, com 736 em Tóquio, 246 em Kanagawa, 173 em Chiba, 173 em Saitama e 120 em Osaka.

 

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.