Início Japão Crime Suspeito do assassinato de Narumi Kurosaki é questionado no Chile

Suspeito do assassinato de Narumi Kurosaki é questionado no Chile

795
0
As autoridades francesas suspeitam que Zepeda tenha assassinado Kurosaki, uma estudante da Universidade de Tsukuba, na província de Ibaraki. Foto: Peace and Justice

Autoridades chilenas questionaram nesta quarta-feira um homem suspeito de envolvimento no desaparecimento de sua ex-namorada japonesa na França em 2016.

Nicolas Zepeda foi entrevistado pelo promotor público em Santiago na quarta-feira de manhã antes de deixar o Centro de Justiça pouco depois do meio-dia sem falar com os repórteres.

Ele é o único suspeito do desaparecimento do estudante japonês Narumi Kurosaki, então com 21 anos, no leste da França.

Promotores chilenos se encontraram com investigadores franceses na terça-feira, antes do interrogatório de Zepeda. A Procuradora Geral Tania Sanchez disse apenas que o processo foi realizado a pedido das autoridades francesas.

As autoridades francesas suspeitam que Zepeda tenha assassinado Kurosaki, uma estudante da Universidade de Tsukuba, na província de Ibaraki, que estudava na França na época de seu desaparecimento. Ela desapareceu depois de jantar e voltar com Zepeda para o dormitório de sua universidade em Besancon, no leste da França, em 4 de dezembro de 2016.

O corpo de Kurosaki não foi encontrado e a Zepeda negou a alegação em um comunicado enviado às autoridades chilenas.

A França espera fornecer evidências suficientes para ver Zepeda ser preso e extraditado para enfrentar uma acusação de homicídio.

Um juiz chileno já havia negado um pedido para prender e extraditar Zepeda, alegando evidências insuficientes.

Investigadores franceses acreditam que Zepeda, de 28 anos, a sufocou com uma raiva invejosa.

Ele retornou ao Chile antes que a polícia francesa emitisse um mandado de prisão.

Kurosaki foi vista pela última vez horas antes de seu desaparecimento jantando com Zepeda em um restaurante em Ornans, perto de Besançon.

Os estudantes vizinhos de seu dormitório relataram ter ouvido gritos aterrorizados e ruídos mais tarde na mesma noite, disse em novembro o promotor público de Besancon, Etienne Manteuax.

Nenhum vestígio de sangue foi encontrado no quarto de Kurosaki e Zepeda nega qualquer envolvimento em seu desaparecimento.

Fonte: AFP-JIJI, KYODO

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/04/18/national/crime-legal/chilean-suspect-quizzed-probe-japanese-woman-missing-believed-slain-france/#.XLiMtehKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here