Início Destaques Japão Tênias era uma forma de manter a silhueta no passado

Tênias era uma forma de manter a silhueta no passado

578
0
Os pesquisadores japoneses confirmou pela primeira vez que os helmintos viscosos e assustadores podem ajudar a melhorar o metabolismo. Foto: Biosom

Há rumores de que Maria Callas, uma das mais influentes cantoras soprano do século 20, usou tênias para manter sua figura, ajudando-a a perder cerca de 50 kg nos anos 50.

Embora a verdade sobre a dieta da cantora nunca tenha sido comprovada, um grupo de pesquisadores japoneses confirmou pela primeira vez que os helmintos viscosos e assustadores podem ajudar a melhorar o metabolismo e, assim, suprimir o ganho de peso.

Nas descobertas publicadas na revista científica Infection and Immunity, dos EUA, pesquisadores da Universidade de Gunma e do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas em Tóquio revelaram que os helmintos intestinais têm a capacidade de aumentar as células intestinais, responsáveis ​​pela liberação de neurotransmissores que ativam o sistema simpático dos nervos e acelerar a queima de gordura.

Os pesquisadores colocaram até 200 ratos em uma dieta rica em gordura e, em seguida, infectaram alguns deles com um tipo natural de verme gastrointestinal. Após 28 dias, os pesquisadores notaram que os vermes ajudaram a suprimir o aumento do peso corporal dos camundongos infectados em 20%, em comparação com os camundongos não infectados.

Shimokawa riu dos rumores de que os pesquisadores planejavam infectar humanos com parasitas e disse que o estudo se concentrava nos efeitos das tênias nas células intestinais.

Shimokawa, especialista em distúrbios imunológicos, disse que o estudo foi baseado em uma hipótese comum de que, devido à melhoria da higiene, as tênias não estão mais escondidas em corpos humanos. É uma teoria que pode estar intimamente ligada à crescente prevalência de doenças autoimunes, alergias e distúrbios inflamatórios, incluindo a obesidade, disse Shimokawa.

O jornal Infection and Immunity, publicado pela Sociedade Americana de Microbiologia, concentra-se nas interações entre patógenos bacterianos, fúngicos ou parasitários e seus hospedeiros.

Fonte: Japan Times

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/04/11/national/science-health/intestinal-worms-toughen-guts-suppress-weight-gain-say-japanese-researchers/#.XK9c–hKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here