167 visualizações 3 min 0 Comentário

Toyota Enfrenta Escândalo de Má Conduta em Certificação de Veículos

- 14 de junho de 2024

Impacto Internacional: Certificação da Toyota Sob Risco Irregularidades podem afetar produção em massa na Europa.

O Ministério dos Transportes do Japão concluiu que seis casos de má conduta por parte da Toyota Motor Corp. na certificação de veículos podem violar tanto as normas nacionais quanto os regulamentos internacionais da ONU. Esses regulamentos, adotados por 62 países, incluindo Japão, Coreia do Sul e várias nações europeias, estabelecem padrões de segurança e ambientais rigorosos.

Impacto Internacional e Regulamentação

Os regulamentos da ONU são integrados aos padrões nacionais do Japão, o que significa que qualquer veículo certificado no Japão é automaticamente elegível para certificação em outros 61 países sem testes adicionais. No entanto, as irregularidades encontradas na Toyota podem levar à proibição da produção em massa dos veículos envolvidos na Europa e em outras regiões.

Detalhes das Irregularidades

As irregularidades foram detectadas em seis testes específicos da Toyota, incluindo:

  1. Testes de colisão frontal offset: Avaliam a proteção dos passageiros.
  2. Testes de desempenho de proteção de pedestres: Medem o impacto na cabeça e nas pernas dos pedestres.
  3. Testes de colisão traseira: Avaliam a segurança em colisões traseiras.
  4. Testes de potência do motor: Verificam o desempenho do motor.

Esses testes são parte dos regulamentos da ONU, indicando que as violações da Toyota afetam tanto as normas nacionais quanto internacionais.

Resposta da Toyota e Ações do Governo

A Toyota afirmou que alguns testes foram realizados sob condições mais rigorosas do que as exigidas, mas o Ministério dos Transportes concluiu que isso não era necessariamente verdade. A empresa admitiu usar dados de testes de desenvolvimento com ângulos de impacto diferentes dos exigidos, mas alegou que esses testes eram mais rigorosos.

O governo, no entanto, acredita que a diferença no ângulo de impacto não é um fator determinante para a segurança. A Toyota e outras empresas envolvidas no escândalo, como Mazda, Yamaha, Honda e Suzuki, insistem que os modelos atendem aos padrões nacionais e são seguros para dirigir.

Consequências e Medidas Futuras

O Ministério dos Transportes planeja realizar seus próprios testes nos modelos envolvidos. Se forem encontrados desvios dos padrões governamentais, pode haver recalls tanto no Japão quanto no exterior. Além disso, o governo está preocupado que a simplificação dos padrões nacionais possa levar à perda de reconhecimento mútuo, afetando negativamente as operações internacionais dos fabricantes.

Logotipo Mundo-Nipo
Autor

**Portal Mundo-Nipo**
Sucursal Japão – Tóquio
contato@mundo-nipo.com.br

Comentários estão fechados.