Início Destaques Japão Violação dos Direitos Humanos nas prisões japonesas são detectados

Violação dos Direitos Humanos nas prisões japonesas são detectados

445
0
Preços abusivos nos produtos vendidos na prisão representa uma violação dos direitos humanos, segundo advogados locais.

Os lenços de papel e outros produtos vendidos diariamente na Prisão de Osaka são tão caros que os detentos não conseguem comprá-los, uma situação que representa uma violação dos direitos humanos, segundo advogados locais.

A Ordem dos Advogados de Osaka aconselhou a prisão a fazer melhorias em um comunicado datado de 29 de março, depois de descobrir que 800 peças de tecido estavam sendo vendidas dentro da prisão por ¥ 594, 4,5 vezes mais que o preço de mercado.

Da mesma forma, as escovas dentais foram vendidas por ¥ 181 cada, cerca de 1,7 vezes mais caro do que fora das prisões, enquanto as cuecas masculinas custam ¥ 702, um acréscimo de cerca de 1,4 vezes, segundo a Ordem dos Advogados.

Os presos geralmente recebem produtos diários da prisão, mas também podem fazer compras por conta própria a partir de vendedores designados.

O preço dos produtos na prisão subiu depois que o Ministério da Justiça trocou o vendedor designado em 2011 de uma fundação operada por ex-agentes penitenciários para uma empresa sediada em Tóquio sob uma importante casa de comércio.

A Ordem dos Advogados emitiu um comunicado depois que um detento de 63 anos foi preso em 2016 por um recurso de direitos humanos sobre o assunto.

O ministério admitiu receber o comunicado, mas disse que os preços são mantidos tão baixos quanto possível e que atualmente não tem planos de analisá-los.

Questões semelhantes foram relatadas em uma instituição correcional juvenil em Kawagoe e na Prisão de Yokohama, de acordo com a associação de advogados.


Fonte: KYODO

https://www.japantimes.co.jp/news/2019/04/17/national/social-issues/expensive-daily-products-osaka-prison-prompts-human-rights-concern-lawyers/#.XLc-buhKjIU.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here