O mais novo destróier do Japão, equipado com a Aegis da força de Autodefesa Marítima, foi lançado nesta quarta-feira (17), em um porto de Yokohama, sudoeste de Tóquio. 

Construído pela Japan Marine United Corporation, o navio ganhou o nome de “Harugo” e deve entrar em operação a partir de março de 2021. O destróier será capaz de se defender contra mísseis balísticos




 

Harugo será o oitavo navio do país capaz de confrontar mísseis. Dentre eles está o destróier Maya, que também entrará em operação em março do próximo ano. 

O mais novo destróier é uma embarcação de 8.200 toneladas que mede 170 metros de comprimento e 21 metros de largura. Ele é equipado com o sistema de Capacidade de Engajamento Cooperativo, capaz de determinar a posição de possíveis mísseis e aviões desconhecidos e compartilhá-los com as forças dos EUA e outros novos aliados do Japão, determinados na cúpula do G20. 

O custo para a construção do navio foi cerca de 173 bilhões de ienes, segundo a Japan Maritime Self-Defense Force (MSDF). 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.