91 visualizações 3 min 0 Comentário

Fujimoto, Day Trader de 87 Anos que ganhou 2 Bilhões de Ienes

- 20 de fevereiro de 2024

Shigeru Fujimoto: De Funcionário de Pet Shop a Lenda do Day Trading no Japão Descubra a jornada de Shigeru Fujimoto de humildes começos até se tornar uma lenda do investimento com uma fortuna de 2 bilhões de ienes

Shigeru Fujimoto, amplamente reconhecido como o “Buffett do Japão,” é um exemplo vivo de sucesso no day trading, acumulando uma impressionante fortuna de 2 bilhões de ienes. Com uma carreira que começou modestamente como funcionário de um pet shop, evoluindo para a gestão de uma sala de mahjong e, finalmente, dedicando-se integralmente ao investimento em ações, Fujimoto, aos 87 anos, tem uma história inspiradora.

Em uma recente entrevista, coincidindo com um dia histórico em que o mercado de ações japonês alcançou seu maior fechamento em 34 anos a 38.000 ienes, Fujimoto compartilhou insights valiosos sobre sua jornada no day trading. Com uma rotina que enfatiza a compra na baixa e a venda na alta (ou o contrário), ele exemplificou sua estratégia com um ganho de ¥ 147.000 em um único dia de negociação.

Com mais de seis décadas de experiência, Fujimoto observou a importância de adaptar-se às mudanças do mercado, que naquele dia, mostrou um aumento na atividade de compra. Ele apontou a diversidade de fatores, incluindo diferenças florestais, que influenciam a dinâmica do mercado de ações, atraindo tanto investidores locais quanto internacionais.

Fujimoto enfatiza a ausência de um “momento certo” para investir, destacando a necessidade de aprendizado contínuo e atenção a indicadores financeiros como crescimento de vendas, lucratividade e dividendos. Entre as ferramentas que utiliza, o Índice de Força Relativa (RSI) é fundamental para avaliar se uma ação está em um estado de sobrecompra ou sobrevenda, ajudando-o a tomar decisões de investimento mais informadas.

Apesar dos riscos inerentes ao day trading, Fujimoto mantém-se firme em sua rotina, com o objetivo de continuar crescendo sua fortuna. Sua paixão pelo mercado de ações o motiva a seguir negociando pelo resto de sua vida.

A entrevista também tocou no contexto econômico mais amplo, discutindo o papel do mercado de ações no crescimento salarial e os desafios enfrentados pelas pequenas e médias empresas (PMEs) para aumentar os salários. Com as PMEs constituindo 70% da força de trabalho, a necessidade de um ambiente que favoreça o aumento salarial é mais crítica do que nunca.

A trajetória de Fujimoto não é apenas uma história de sucesso pessoal, mas também um lembrete do impacto potencial do mercado de ações na economia mais ampla, salientando a importância de políticas que suportem o crescimento e a prosperidade econômica para todos.

Comentários estão fechados.