90 visualizações 2 min 0 Comentário

Governo japonês continua a fomentar em empresas de eletrônicos

- 3 de outubro de 2023

O Japão fornecerá até 192 bilhões de ienes (US$ 1,3 bilhão) em subsídios adicionais para a fábrica da fabricante de chips americana Micron Technology na província de Hiroshima, disse o ministro da Indústria na terça-feira.

A medida, que se soma à ajuda de até ¥ 46,5 bilhões anunciada anteriormente , representa esforços do Japão para garantir um fornecimento estável de chips num momento em que as crescentes tensões entre os Estados Unidos e a China representam ameaça à sua segurança econômica.

A Micron disse que planeja investir até 500 bilhões de ienes no Japão nos próximos anos e se tornará o primeiro fabricante de chips a introduzir máquinas de litografia ultravioleta extrema – equipamentos de última geração para a fabricação de semicondutores avançados – no Japão.

A empresa está programada para iniciar a produção em massa de chips de memória de acesso aleatório dinâmico de 1 gama de próxima geração em 2026.

A Micron não é a única empresa de chips a receber apoio financeiro do Japão.

O país decidiu fornecer até ¥ 476 bilhões para a fábrica da Taiwan Semiconductor Manufacturing Co. a ser construída na província de Kumamoto. Também está cedendo até 92,9 bilhões de ienes em subsídios à fabricante nacional de chips Kioxia.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão – Tóquio

Jonathan Miyata

Comentários estão fechados.