269 visualizações 2 min 0 Comentário

Puttin aceita conversar com Tóquio, mas esperará ser chamado

- 7 de outubro de 2023

A Rússia está pronta para aceitar dialogar com o Japão, disse o presidente Vladimir Putin na quinta-feira, de acordo com a mídia local, num momento em que as relações bilaterais se deterioraram acentuadamente após a invasão da Ucrânia.

Numa reunião de um fórum internacional na cidade turística russa de Sochi, no Mar Negro, Putin disse que foi o Japão que fechou a janela ao diálogo, uma vez que o país asiático impôs sanções a Moscovo em conjunto com outras democracias do Grupo dos Sete.

“Se você acha que chegou a hora de algum tipo de diálogo e acredita que é possível para o Japão de alguma forma tomar a iniciativa, é sempre bom manter um tipo de diálogo”, disse Putin, citado pela principal agência de notícias russa, Tass.

“Você me perguntou se estamos prontos para responder, estamos, desde que a parte que fechou estas portas a inicie”, acrescentou Putin, segundo a agência de notícias.

Na sexta-feira, o secretário-chefe de gabinete, Hirokazu Matsuno, absteve-se de abordar diretamente os comentários de Putin, dizendo que Tóquio reagirá “de acordo os interesses nacionais”.

Matsuno, o principal porta-voz do governo, disse numa conferência de imprensa em Tóquio que a prioridade é fazer com que a Rússia acabe com a sua invasão “o mais rapidamente possível”, sem especificar se o Japão está disposto a oferecer-se para iniciar um diálogo com a Rússia num futuro próximo.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão – Tóquio

Jonathan Miyata

Comentários estão fechados.