181 visualizações 2 min 0 Comentário

Shinkansen descontinua serviço de bordo

- 8 de agosto de 2023

Os passageiros do Shinkansen Nozomi do Japão há muito tempo gostam de pedir café, sorvete ou almoços em caixa de funcionários que empurram um carrinho de lanches, saboreando as guloseimas enquanto passavam por marcos como o Monte Fuji.

Mas diante de uma iminente escassez de mão-de-obra e uma tendência para mais pessoas comprarem comida antes de embarcar no trem, os serviços de carrinho de lanche a bordo entre as cidades de Tóquio e Osaka chegarão ao final da linha em 31 de outubro.

A Central Japan Railway disse na terça-feira que eliminaria gradualmente os famosos serviços de carrinho de lanches a bordo, nos quais um fornecedor uniformizado distribui bebidas e lanches leves, empurrando o carrinho pelos corredores do trem em movimento e curvando-se quando entram ou saem da carruagem.

As vendas de lanches e alimentos têm sido um dos pilares do trem-bala desde que começou a funcionar em 1964, ano em que o Japão sediou as primeiras Olimpíadas de Tóquio, disse um porta-voz da ferrovia, embora não estivesse claro quando os serviços de carrinho começaram.

A resposta on-line às notícias foi desanimada, com “Super-Cold Shinkansen Ice Cream” em quinto lugar na plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter, e “In-Train Service” sexto dentro de horas do anúncio.

“Lembro que gostei do sorvete toda vez que entrei no trem e, quando pulei no último trem sem comer, fui salva pelos sanduíches vendidos lá,” um usuário disse.

Os passageiros de carros de primeira classe poderão pedir comida e bebida usando códigos QR a partir de 1o de novembro, informou a empresa ferroviária.

“Embora as reduções de custos sejam importantes para uma empresa, os serviços de carrinho de lanches a bordo também são importantes para o aproveitamento da experiência do viajante”, escreveu outro usuário.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão Tóquio

Jonathan Miyata

Comentários estão fechados.