91 visualizações 2 min 0 Comentário

As mulheres em busca de riqueza caem em armadilha nos EUA

- 2 de fevereiro de 2024

A verdade por trás dos altos ganhos em Las Vegas: Uma investigação” – Desvendando as operações ilegais que prometem riquezas.

Mulheres japonesas enfrentam crescente dificuldade para entrar nos EUA devido à vigilância aumentada sobre agentes que recrutam para o comércio de acompanhantes. Observações de Tomoyo Sato, especialista em vistos dos EUA, indicam um aumento significativo nas negações de entrada por suspeita de envolvimento com prostituição. Em destaque, Haruka Funaki, de 37 anos, envolvida em um caso de recrutamento para prostituição em Las Vegas via LINE, violando leis trabalhistas.

Anúncios em mídias sociais prometendo altos ganhos nos EUA destacam o atrativo do trabalho sexual no exterior, com promessas de lucros exorbitantes. Chiwawa Sasaki aponta a busca por maiores rendimentos como principal motivador para mulheres considerarem essas ofertas, com algumas alcançando mais de 10 milhões de ienes mensais.

A Polícia Metropolitana de Tóquio ligou Funaki, junto com Keiko Tsuzaki e Hiroshi Katagiri, a uma operação que levou uma mulher ao trabalho sexual nos EUA sob falso pretexto de turismo. Após enfrentar problemas, a vítima buscou ajuda policial, revelando o esquema.

Sasaki adverte sobre os riscos associados ao trabalho sexual no exterior, incluindo detenções por autoridades locais. Enquanto Tsuzaki e Katagiri confessaram, Funaki nega as acusações, afirmando desconhecer a natureza do trabalho proposto. Este caso ressalta os perigos e a complexidade do trabalho sexual transnacional e a necessidade de maior conscientização e precaução.

Comentários estão fechados.