105 visualizações 50 segundo 0 Comentário

Camboja auxiliará o Japão no conflito com a Coreia do Norte

- 19 de dezembro de 2023

O primeiro-ministro Fumio Kishida e seu homólogo cambojano, Hun Manet, concordaram na segunda-feira em tomar medidas para aprofundar a cooperação em segurança entre os dois países, incluindo o lançamento de negociações de defesa em nível de subgabinete.

Na reunião em Tóquio, os dois líderes também afirmaram cooperação para fazer com que a Coreia do Norte, que disparou mísseis balísticos no domingo e na segunda-feira, descartar completamente seu arsenal de armas nucleares e outras armas de destruição em massa.

Kishida disse a Hun Manet que o Japão e o Camboja estão expandindo a sua cooperação para uma ampla gama de campos, expressando a sua vontade de cooperar mais com o Camboja nas questões dos dois países.

Hun Manet disse que o Camboja instará a Coreia do Norte a não realizar mais testes de mísseis ou novos disparos.

O Japão e o Camboja assinaram um memorando de cooperação sobre pagamentos por código QR.

Hun Manet é um dos 10 líderes da Associação das Nações do Sudeste Asiático que se reuniu individualmente com Kishida à margem da cimeira de três dias Japão-ASEAN na capital até segunda-feira.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão – Tóquio

Jonathan Miyata

Comentários estão fechados.