Início Brasil Carlos Ghosn causa polêmica na França com seu salário multimilionário

Carlos Ghosn causa polêmica na França com seu salário multimilionário

430
0
Carlos Ghosn está preso no Japão sob acusação de sonegação de impostos. Foto: WebFG

O governo francês criticava o super-rendimentos do brasileiro Carlos Ghosn, presidente mundial da aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, que foi preso no Japão sob suspeita de fraude fiscal.

O executivo é presidente dos conselhos de administração da Nissan e da Mitsubishi e CEO da Renault. O brasileiro, filho de pai libanês e mãe francesa, é considerado um executivo emblemático da indústria automobilística mundial.

Ghosn ganhou no ano passado 13 milhões de euros. Desse total, 7,4 milhões de euros se referem aos seus ganhos no grupo Renault, seus ganhos é um fixo e uma parte variável, com bônus de ações, em função do desempenho da companhia.

Em uma pesquisa feita pela revista francesa Capital, Ghosn recebeu entre 2009 e 2016, mais de 100 milhões de euros, sem levar em conta as atuais investigações das autoridades japonesas sobre suspeita de ocultação de renda.

A alta remuneração causou controvérsias junto ao alto escalão do governo francês, em 2016 empresas cotadas no índice CAC40 da bolsa de Paris, votou contra a alta remuneração de Ghosn.

Mas foi desconsiderado o voto dos acionistas e o conselho de administração do grupo Renault decidiu aprovar o salário, provocando irritação do ministro da Economia, atual presidente francês Emmanuel Macron.

Diante de uma pressão do governo francês, Ghosn aceitou no início de 2018 reduzir em 30% seus ganhos na Renault, mas em troca, teve seu mandato no comando do grupo renovado até 2022.

Como não há provas de irregularidade na França, o governo não irá pedir a saída de Ghosn da Renault. O ministro da Economia, Bruno Le Maire afirmou que nenhuma fraude fiscal foi detectada.

Sob o comando de Ghosn, a aliança Renault-Nissan-Mitsubishi se tornou uma gigante mundial do setor, com mais de 10 milhões de veículos vendidos no ano passado.

Mas agora a aliança discute qual será o destino de Ghosn, já que o escândalo da prisão pode impactar no funcionamento das empresas.

Fonte: UOL

https://carros.uol.com.br/noticias/bbc/2018/11/20/salario-multimilionario-de-carlos-ghosn-tambem-e-alvo-de-polemica-na-franca.htm.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here