726 visualizações 43 segundo 0 Comentário

Companhia aéreas japonesas querem transformar lixo em combustível

- 2 de março de 2020
JAL fecha parceria para produzir combustível através de plástico no Japão

Uma das grandes companhias aéreas japonesas disse nesta segunda-feira, que pretende se aproximar ainda mais do futuro, transformando o lixo em combustível para os aviões a jato cruzarem os céus. 

Japan Airlines (JAL) deu início a um projeto que busca meios de produção de combustível a partir de lixo cujo tem como matéria-prima o plástico descartado de residências e empresas. 

A ideia faz parte de uma grande parceria entre a JAL e a companhia de trading Marubeni. 

As duas empresas devem iniciar os estudos sobre o combustível “de lixo” e irão analisar a viabilidade de iniciar os experimentos no Japão. A previsão da primeira produção está marcada para até 2025. 

O Japão é o segundo maior exportador mundial de resíduos plásticos. As exportações de resíduos plásticos do Japão só no ano passado, totalizaram 1 milhão de toneladas, causando uma grande repercussão no exterior, ao acusar o Japão de levar seu lixo para as nações mais pobres. 

Leia também: Abe anunciará mais medidas de combater o vírus em 10 de março 

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão