526 visualizações 3 min 0 Comentário

Diretrizes para empresas de vida noturna do Japão em época de Covid-19

- 14 de junho de 2020

Os operadores dos estabelecimentos de vida noturna terão que manter um registro dos nomes e informações de contato de seus clientes e aplicar regras de distanciamento social como parte de medidas para conter a disseminação do coronavírus, de acordo com as diretrizes divulgadas pelo governo no sábado.

As diretrizes sobre estabelecimentos noturnos, incluindo clubes anfitriões, onde as mulheres pagam para conversar com hostess do sexo masculino, surgem quando novas infecções em Tóquio estão sendo rastreadas para essas empresas. As novas regras também foram divulgadas antes que boates e estabelecimentos similares reabram a partir de 19 de junho.

O ministro da Economia, Yasutoshi Nishimura, exortou as empresas a reabrir, tomando medidas adequadas contra o COVID-19. “É um esforço para proteger a vida de funcionários e clientes”, disse ele em entrevista coletiva.

Nishimura tornou públicas as diretrizes, já que o governo está tentando encontrar um equilíbrio entre reabrir negócios e prevenir uma segunda onda de infecções.

Após uma tendência de queda no número de novos casos COVID-19, o estado da declaração de emergência foi totalmente levantado em 25 de maio.

O governo pediu aos operadores de boates e estabelecimentos similares que listassem os nomes dos clientes e as informações de contato, na esperança de facilitar o rastreamento das rotas de infecção. Outras medidas nas diretrizes incluíam manter uma distância de pelo menos 1 metro e implementar o uso de máscaras ou protetores faciais.

Locais de vida noturna, como clubes anfitriões e bares de hostess, estão sendo solicitados a garantir que seus funcionários evitem cantar e dançar ao lado de seus clientes.

Quanto aos locais de música ao vivo, devem ser evitados os high-five com o público, enquanto as boates são convidadas a ajustar o volume da música ao nível mínimo para impedir que os clientes falem alto e, assim, protegê-los contra a captura de gotículas do vírus através do socializar.

Porém, permanecem desafios na implementação das diretrizes, compiladas pelos três setores, pois a obtenção das informações de contato dos clientes ficará a cargo dos estabelecimentos e também existe o risco de os clientes fornecerem informações falsas.

Portal Mundo-Nipo
Sucursal Japão Osaka
Harumi Matsunaga