129 visualizações 3 min 0 Comentário

Diversidade Detrás das Muralhas, A Estratégia da Prisão de Fuchu para Detentos Internacionais

- 20 de maio de 2024

Alimentação e Fé: Respeitando as Necessidades Religiosas e Dietéticas. As iniciativas da prisão para oferecer refeições halal e vegetarianas, refletindo o respeito pela diversidade.

Localizada em Fuchu, subúrbio de Tóquio, a Prisão de Fuchu destaca-se como a maior penitenciária masculina do Japão, abrigando a maior população de presos estrangeiros do país. Em resposta à diversidade de sua população carcerária, a prisão adotou medidas para acomodar as diferenças culturais, linguísticas e alimentares dos detentos, sem oferecer tratamento especial, mas reconhecendo a necessidade de adaptações específicas.

Durante uma visita de imprensa, foi revelado que a prisão hospedava 353 prisioneiros estrangeiros de 58 nacionalidades, falando 52 idiomas diferentes, com uma predominância de cidadãos chineses e vietnamitas. A maioria desses presos estrangeiros foi condenada por crimes relacionados a drogas, seguidos por roubo e furto, contrastando com os crimes mais comuns entre os presos japoneses.

A Prisão de Fuchu criou uma divisão internacional em 1995 para lidar com as necessidades dos detentos estrangeiros, oferecendo desde interpretação até apoio em questões religiosas e alimentares, como refeições halal, vegetarianas e a substituição de arroz por pão. Além disso, para evitar conflitos culturais, os presos estrangeiros frequentemente recebem celas individuais e têm a opção de escolher entre um colchão futon ou uma cama.

A instalação é notável por sua limpeza e espaço, com uma rotina diária rigorosa para os detentos, que inclui trabalho em oficinas. A segurança é uma prioridade, com medidas para prevenir suicídios e garantir a ordem. Os presos estrangeiros têm a opção de fazer ligações internacionais, uma vantagem significativa, dada a impossibilidade de visitas presenciais.

Apesar do aumento da população estrangeira no Japão, o número de detentos estrangeiros tem diminuído, em parte devido a tratados que permitem cumprir parte da pena no país de origem. A Prisão de Fuchu enfrenta desafios únicos ao apoiar os presos estrangeiros, especialmente em relação à formação profissional e apoio pós-libertação, devido às restrições de imigração.

Este resumo enfatiza a complexidade de gerenciar uma população carcerária diversificada, destacando os esforços da Prisão de Fuchu para adaptar-se às necessidades de seus detentos estrangeiros, ao mesmo tempo em que enfrenta os desafios impostos por um mundo em constante mudança.

Logotipo Mundo-Nipo
Autor

**Portal Mundo-Nipo**
Sucursal Japão – Tóquio
contato@mundo-nipo.com.br

Comentários estão fechados.