Início Mundo Cotidiano Estudo demonstra que preferência por café ou chá é genética

Estudo demonstra que preferência por café ou chá é genética

334
0
A predisposição define o gosto pelo chá ou café. Foto: Anita Bem Criada
A pesquisa reuniu 438 mil britânicos e inicialmente, o resultado não se aplica a outros países.

Foi publicado no Scientific Reports, um estudo que demonstra que a preferência entre as duas bebidas é parcialmente ligada a genética. Uma pessoa predisposta geneticamente aos gostos amargos, escolherá o café, e as que, geneticamente, eram sensíveis ao amargo, preferiam o chá.

“Seria esperado que pessoas que são particularmente sensíveis ao gosto amargo da cafeína beberiam menos café”, afirmou Marilyn Cornelis, coautora e professora de Medicina Preventiva.

“Isso sugere que os consumidores de café desenvolvem um gosto, ou uma capacidade maior para detectar a cafeína”, completou.

Segundo o coautor, Liang-Dar Hwang, a preferência por café demonstra que experiências do cotidiano poderiam superar as tendências genéticas tratando-se de paladar, que poderia estar ligado a nosso comportamento.

“Mesmo que, de forma natural, os humanos não apreciem o amargor, podemos aprender a gostar, ou a apreciar, os alimentos amargos, depois de expostos a fatores ambientais”, disse Hwang.

Os bebedores de café são, geralmente, menos sensíveis do que os bebedores de chá ao amargor, o que os torna menos propensos a rejeitar outras comidas também amargas, como as verduras, acrescentou.

Fonte: UOL

https://noticias.uol.com.br/ciencia/ultimas-noticias/afp/2018/11/16/genetica-influencia-preferencia-por-cafe-ou-cha-aponta-estudo.htm.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here