954 visualizações 2 min 0 Comentário

Ilha em Okinawa proíbe a entrada de hóspedes em restaurantes locais

- 30 de abril de 2020
ilha de okinawa proibe o uso de restaurantes

Em dias normais, a Golden Week é uma época de muita festa e viagem no Japão.  

Consistindo em um período de vários dias, a data traz consigo um grande fluxo de viagens, enquanto as pessoas passam suas férias visitando parentes e locais paradisíacos por todo o país. 

Entretanto, com a chegada do COVID-19 e seu panico mundial, Shinzo Abe determinou que o estado de emergência deveria ser aplicado e muitas pessoas estão sendo aconselhadas a ficarem em casa. Mas nem todos ouvem.  

Para algumas ilhas conhecidas por atrair multidões de turistas, como Miyakojima, na província de Okinawa, a chegada de viajantes pode significar um desastre, aumentando a possibilidade de um aumento nos casos locais de COVID-19 e uma escassez de recursos essenciais. 

Então, como medida preventiva, a Associação Empresarial de Restaurantes de Miyakojima tomou uma nova decisão para desencorajar novos visitantes: 

“Os hóspedes de Miyakojima não poderão acessar as instalações do restaurante desta ilha. Abstenha-se de viajar e, se precisar viajar, faça-o com cuidado. ” 

“Para nossos clientes, sobre as restrições para os restaurantes de Miyakojima: Como medida para impedir a propagação do COVID-19, a Associação Empresarial de Restaurantes de Miyakojima decidiu proibir a entrada de todos os hóspedes em nossos restaurantes. Isso inclui convidados que são do exterior, fora da prefeitura e fora da ilha. Pedimos desculpas pelo inconveniente que isso possa causar e pedimos sua compreensão e sua cooperação. ” 

A nova decisão, apesar de drástica, não foi uma surpresa, pois as ilhas menores do Japão possuem um sistema de saúde limitado, correndo risco de colapsar, caso acontecesse um surto.  

Leia também:   

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão