187 visualizações 2 min 0 Comentário

Jogadores de futebol de universidade japonesa são flagrados com maconha

- 2 de agosto de 2023

Crédito: Japan Times – 02/08/2023 – Quarta

Alunos do time de futebol americano da Universidade Nihon foram supostamente pegos com maconha na quarta-feira, no mais recente escândalo que atingiu uma das principais faculdades do esporte no Japão, segundo relatos da mídia.

A Polícia Metropolitana de Tóquio está analisando fragmentos de plantas que foram descobertos nos dormitórios em que os membros residem enquanto a universidade investiga o caso.

A universidade disse que fragmentos da droga também foram descobertos no mês passado.

As atividades do clube para a equipe foram suspensas e o colégio realizou entrevistas com treinadores, sócios e ex-sócios do clube. A Kantoh Collegiate Football Association reconheceu a gravidade do caso recente e está solicitando um relatório da escola de Tóquio.

Esta não é a primeira vez que a Universidade Nihon aparece no noticiário sobre o uso de drogas pelos alunos. Um membro do time de rúgbi da universidade foi preso e processado por posse de maconha em 2020. O incidente levou à suspensão das atividades do clube.

O time de futebol da universidade também foi atingido por um escândalo em 2018 devido a um jogo sujo em torno de um tackle ilegal durante uma partida contra a Kwansei Gakuin University. O incidente, que resultou na suspensão dos jogos oficiais, levantou questões sobre os métodos de treino do clube, pois suspeitava-se que o treinador principal o tivesse ordenado.

Conhecido como uma grande potência do futebol no leste do Japão, o time da Nihon University venceu o campeonato nacional anual de futebol universitário, o Koshien Bowl, 21 vezes, atrás apenas da Kwansei Gakuin University, com sede em Nishinomiya, província de Hyogo.

O Japão mantém leis rígidas contra o porte de maconha, mesmo quando seus pares do Grupo dos Sete se moveram para facilitar as leis contra a droga.

Foto: Japan Times (Mariko Hayashi, chefe do conselho da Nihon University, fala a repórteres em Tóquio em 11 de julho. | KYODO)

Comentários estão fechados.