Uma mulher de 32 anos, de Chiba, foi sentenciada a 2 anos e meio de prisão na quarta-feira, suspensa por cinco anos com liberdade vigiada, por ajudar seu marido a agredir sua filha e, assim, contribuir para a morte da criança no começo deste ano.




 

A morte horrível de Mia Kurihara, de 10 anos de idade, cujo corpo foi encontrado no banheiro de sua casa, em Noda, no final de janeiro, atraiu grande atenção da mídia dentro e fora do Japão.

A polícia estabeleceu que Nagisa estava em casa quando o marido agrediu Mia e suspeitou que, por ordem do marido, ela também causou ferimentos na própria filha.

Os promotores pediram uma pena de dois anos para Nagisa, mas os advogados da mulher pediram uma sentença reduzida, dizendo que a própria Nagisa também foi vítima da violência doméstica de seu marido.

Fonte: KYODO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.