O McDonald’s Co. (Japão) anunciou terça-feira (10) que unificará os preços com impostos para comer e levar, quando o imposto sobre o consumo do país subir de 8% para 10% no dia 1 de outubro.

A rede disse que a decisão tem como objetivo manter as coisas simples para os seus clientes.

A partir do próximo mês, o novo imposto sobre o consumo de alimentos em restaurantes ou nas áreas de alimentação será de 10%. Já para alimentos comprados para viagem, a taxa será mantida a 8%.

A decisão do McDonald’s, que conta com cerca de 2.900 pontos de venda em todo o país, afeta as decisões dos seus rivais.

A empresa manterá os preços com impostos inalterados após o aumento de cerca de 70% de seus itens de menu, como o Big Mac, a 390 ienes. Os preços de itens como hambúrguer clássico e o cheeseburger, serão aumentados em 10 ienes.

Veja também: Sukiya vai manter o preço do gyudon mesmo após o aumento do imposto

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here