87 visualizações 3 min 0 Comentário

Nissan Motors exportará para o mundo de sua fábrica na China

- 18 de dezembro de 2023

PEQUIM – A Nissan disse no domingo que venderia veículos elétricos (VEs) desenvolvidos na China em todo o mundo, ao fechar um acordo com a principal universidade do país para alavancar recursos locais para acelerar a pesquisa e o desenvolvimento em eletrificação.

A montadora sediada em Yokohama está considerando exportar a linha de veículos com motor de combustão interna existentes e os futuros carros puramente elétricos e híbridos plug-in fabricados e desenvolvidos na China para mercados internacionais, disse Masashi Matsuyama, vice-presidente da Nissan e presidente da Nissan China. disse a repórteres em Pequim.

A Nissan está considerando atingir os mesmos mercados que rivais chineses como a BYD, disse ele.

A empresa está a juntar-se a marcas estrangeiras, incluindo Tesla, BMW e Ford, que estão a expandir as suas exportações de automóveis fabricados na China para explorar os custos de produção mais baixos do país e aumentar a utilização da capacidade das suas fábricas.

A China foi responsável por pouco mais de um quinto das vendas mundiais da Nissan, de cerca de 2,8 milhões de veículos nos primeiros 10 meses do ano, abaixo dos mais de um terço no mesmo período do ano passado.

Os fabricantes de automóveis japoneses enfrentaram um grave desafio de vendas este ano na China, o maior mercado automóvel do mundo, devido à popularidade das marcas nacionais e à forte concorrência de preços no meio de uma rápida mudança para veículos elétricos.

A Nissan anunciou que estabelecerá um centro de investigação conjunto com a principal Universidade Tsinghua da China no próximo ano, centrando-se na investigação e desenvolvimento de veículos eléctricos, incluindo infra-estruturas de carregamento e reciclagem de baterias.

“Esperamos que esta colaboração nos ajude a obter uma compreensão mais profunda do mercado chinês e a desenvolver estratégias que atendam melhor às necessidades dos clientes na China”, disse ele. O presidente e executivo-chefe da Nissan, Makoto Uchida, disse em um comunicado.

O lançamento do centro de investigação é uma extensão dos esforços conjuntos de investigação que a empresa tem mantido com a Tsinghua desde 2016. Essa cooperação centrou-se na mobilidade inteligente e na tecnologia de condução autónoma.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão – Tóquio

Jonathan Miyata

Comentários estão fechados.