155 visualizações 3 min 0 Comentário

Nível de trítio no mar está abaixo do permitido, 10 becquerels

- 25 de agosto de 2023

O nível de trítio no oceano perto da usina nuclear de Fukushima No. 1 está bem abaixo do limite operacional de 700 becquerels por litro permitido pelos órgãos de saúde, disse o operador da usina na sexta-feira.

A Tokyo Electric Power Company Holdings ( Tepco ) disse que o nível de trítio no Oceano Pacífico, onde a água tratada da planta foi descarregada, estava abaixo de cerca de 10 Bq por litro em todos os 10 locais pesquisados.

Tóquio espera que as medições sirvam como uma forte refutação às reivindicações da China. Na sexta-feira Pequim impôs testes gerais de radiação e restrições de importação. Hong Kong proibiu a importação de frutos do mar de 10 prefeituras, citando preocupações de radioatividade

Segundo a Agência de Pesca, 22,5% das exportações japonesas de frutos do mar foram para a China em 2022, seguidas por Hong Kong ( 19,5% ) e Estados Unidos ( 13,9% ).

A Tepco pesquisou a água a 3 quilômetros da usina número 1 de Fukushima, duas a três horas depois de começar a liberar a água tratada na quinta-feira.

Um resultado mais preciso, em que as alterações são medidas em cerca de 0,1 Bq por litro, será lançado 20 dias a um mês depois, disse Tepco.

O Ministério do Meio Ambiente também está pesquisando a água separadamente em 11 locais próximos à usina, enquanto a Autoridade de Regulação Nuclear está monitorando os níveis de trítio no mar. Enquanto isso, a Agência de Pesca está monitorando os níveis de trítio nos peixes capturados na província de Fukushima.

A Tepco planeja descarregar cerca de 460 toneladas métricas de água tratada, diluídas com cerca de 340.000 toneladas métricas de água do mar, diariamente por cerca de 17 dias como parte do primeiro lote de água descarregada, totalizando cerca de 7.800 toneladas.

Ao longo de décadas, espera-se que a Tepco descarte gradualmente milhões de toneladas métricas de água tratada.

O material radioativo contido na água —, usado para resfriar os reatores danificados por um triplo colapso após o terremoto e tsunami de março de 2011 —, foi tratado com um sistema de purificação chamado Sistema avançado de processamento de líquidos ( ALPS ), que remove 62 radionuclídeos para níveis alinhados às normas nacionais, com exceção do trítio.

A água é então diluída ainda mais com a água do mar, em um esforço para garantir que o nível de trítio seja um quadragésimo dos padrões do governo antes de ser descarregado.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão – Tóquio

Jonathan Miyata

Comentários estão fechados.