156 visualizações 3 min 0 Comentário

Queda nas Vendas do iPhone na China Impacta a Apple, Enquanto Samsung Reconquista Liderança

- 22 de abril de 2024

Volume de trabalho nas empresas parceiras a Apple irão ser afetados. Incluem-se nesta lista a Murata Seisakusho e a chinesa Foxcon.

No primeiro trimestre de 2024, as remessas do iPhone da Apple registraram uma queda de 10% em comparação ao mesmo período do ano anterior, conforme dados divulgados pela empresa de pesquisa IDC. Este declínio acentuado nas vendas do iPhone foi particularmente notável no mercado chinês, onde a Apple enfrenta desafios crescentes.

A presença da Apple na China tem sido afetada por uma combinação de nacionalismo interno, dificuldades econômicas e uma competição cada vez mais acirrada, resultando em uma diminuição significativa de sua participação de mercado. “A Apple experimentou uma grande queda, mas considerando os desafios dos últimos quatro anos, ela se mostra como a marca mais resiliente, superando outras marcas no que diz respeito à capacidade de superar problemas da cadeia de abastecimento e desafios macroeconômicos”, afirmou Nabila Popal, diretora de pesquisa da IDC, em entrevista à CNN.

Após 12 anos de domínio da Samsung Electronics no mercado global de smartphones, a Apple havia conquistado a liderança no ano passado. No entanto, a Samsung rapidamente retomou sua posição no topo do mercado no trimestre seguinte. O retorno da Samsung ao primeiro lugar é significativo, com previsões da IDC indicando que o sistema operacional Android, utilizado pela Samsung, crescerá duas vezes mais rápido que o iOS da Apple neste ano. Este crescimento é atribuído ao potencial de expansão do Android, após um período de declínio.

As remessas globais de smartphones no período de janeiro a março de 2024 alcançaram cerca de 289 milhões de unidades, representando um aumento de 7,8% em relação ao ano anterior. Este crescimento sinaliza uma recuperação do mercado de smartphones, que enfrentou adversidades macroeconômicas nos últimos dois anos. A Samsung lidera o mercado com uma participação de aproximadamente 20,8%, seguida pela Apple com 17,3% e pela Xiaomi, com 14,1%.

De acordo com o último relatório da IDC, espera-se que Apple e Samsung mantenham suas posições dominantes no mercado. No entanto, fabricantes chineses como Xiaomi e Huawei estão posicionados para um retorno significativo. Com a crescente preferência dos consumidores chineses por marcas locais, a Apple tem buscado estratégias como descontos para reverter a queda nas vendas na China, seu segundo maior mercado após os Estados Unidos.

Logotipo Mundo-Nipo
Autor

**Portal Mundo-Nipo**
Sucursal Japão – Tóquio
contato@mundo-nipo.com.br

Comentários estão fechados.