168 visualizações 4 min 0 Comentário

Revolução na Logística Japonesa, Empilhadeiras Autônomas Contra a Escassez de Mão de Obra

- 29 de março de 2024

Avanço Tecnológico e Mercado em Expansão: A era das empilhadeiras autônomas e seu impacto na indústria japonesa.

A indústria japonesa está testemunhando uma revolução na logística com o rápido avanço e adoção de empilhadeiras autônomas, uma inovação destinada a mitigar a persistente escassez de mão de obra que desafia diversos setores. À medida que o mercado se expande, tanto gigantes estabelecidos quanto novos entrantes estão explorando o potencial das empilhadeiras automatizadas, capazes de operar sem a necessidade de um condutor, para movimentar cargas pesadas de maneira eficiente.

Este movimento ganha ainda mais impulso com o apoio governamental previsto para começar em abril, visando facilitar a introdução dessas máquinas avançadas. Tal iniciativa é uma resposta direta às reformas trabalhistas que entrarão em vigor no mesmo mês, limitando as horas extras dos motoristas de caminhão e, consequentemente, impactando a capacidade de transporte e a eficiência das cadeias logísticas.

A Mitsubishi Logisnext Co., parte do Grupo Mitsubishi Heavy Industries, está na vanguarda dessa transformação. A empresa recentemente apresentou uma empilhadeira autônoma que, utilizando lasers para navegação, é capaz de transportar cargas para destinos pré-definidos com precisão, sem a necessidade de caminhos magnéticos fixos no chão, uma característica das gerações anteriores de empilhadeiras autônomas.

Além disso, empresas inovadoras como a Rapyuta Robotics Co. estão desenvolvendo empilhadeiras altamente autônomas que se valem de sensores e dados de mapas para navegação, eliminando a necessidade de refletores ou ímãs. A Toyota Industries Corp., líder mundial no setor de empilhadeiras, também está explorando o uso de inteligência artificial para aprimorar a autonomia desses veículos.

A motivação para a rápida adoção dessas tecnologias é clara: uma pesquisa da Teikoku Databank revelou que 65,3% das empresas nos setores de transporte e armazenamento enfrentam uma escassez de funcionários regulares em tempo integral. Com as novas regras limitando as horas extras a 960 por ano, a demanda por soluções que possam operar 24 horas por dia, como as empilhadeiras automatizadas, está crescendo.

Apesar dos desafios, incluindo o alto custo inicial destas máquinas avançadas e a necessidade de adaptação dos armazéns para facilitar a operação autônoma, o potencial para aumentar a eficiência e aliviar a escassez de mão de obra é significativo. O Ministério das Terras, Infraestruturas, Transportes e Turismo do Japão está até mesmo oferecendo subsídios para cobrir parte dos custos associados à adoção dessas tecnologias.

À medida que a indústria avança para superar esses obstáculos e melhorar a precisão e a facilidade de uso das empilhadeiras autônomas, o futuro da logística no Japão parece cada vez mais automatizado e eficiente.

Portal Mundo-Nipo
Sucursal Japão – Tóquio
contato@mundo-nipo.com.br

Comentários estão fechados.