77 visualizações 2 min 0 Comentário

Sam Altman almeja bilhões para criar a rede global de chips

- 22 de janeiro de 2024

Sam Altman, CEO da OpenAI, está em busca de bilhões de dólares de investidores globais para lançar uma ambiciosa rede de fábricas de semicondutores. Este projeto visa atender à demanda futura por chips de inteligência artificial (IA), que se espera que supere a capacidade de produção atual.

Altman se reuniu com investidores de grande porte, incluindo o G42 de Abu Dhabi e o SoftBank Group, para obter os fundos necessários para o empreendimento. Enquanto a OpenAI já é conhecida por suas inovações em IA, como o ChatGPT, o foco na fabricação de semicondutores é uma revelação recente.

A construção de uma rede de fábricas especializadas é um empreendimento caro e demorado, que pode custar dezenas de bilhões e levar anos para ser concretizado. Apesar das negociações ainda estarem em fases iniciais, Altman está motivado pela crença de que é crucial agir agora para garantir uma oferta adequada de chips de IA até o final da década.

Este movimento se distingue da estratégia de empresas como Amazon, Google e Microsoft, que tendem a projetar seus próprios chips e terceirizar a fabricação. A OpenAI está considerando uma abordagem mais direta para a produção de chips, alinhando-se com os líderes do mercado, como Intel, Taiwan Semiconductor Manufacturing Co., e Samsung Electronics.

A questão do financiamento, particularmente a discussão com o G42, já foi relatada pela Bloomberg. O G42, que opera no campo da inteligência artificial, enfrentou recentemente pedidos de um legislador americano para mais escrutínio devido a suas conexões com empresas chinesas.

Enquanto os detalhes do plano ainda estão sendo definidos, a iniciativa de Altman reflete seu compromisso com o avanço da capacidade tecnológica da OpenAI e sua preparação para a demanda futura de IA.

Comentários estão fechados.