66 visualizações 3 min 0 Comentário

Serpent’s Path: O Thriller Franco-Japonês que Desafia Gêneros

- 1 de março de 2024

Kiyoshi Kurosawa: Reinventando Clássicos com ‘Serpent’s Path'” “O Visionário Diretor Japonês Apresenta Sua Obra-Prima Auto-Remake

Em Tóquio, em uma movimentação que promete sacudir a indústria cinematográfica, a renomada atriz japonesa Ko Shibasaki assumirá o papel principal no primeiro filme auto-remake do diretor Kiyoshi Kurosawa, intitulado “Serpent’s Path”. Esta coprodução entre Japão e França está agendada para estrear no dia 14 de junho, marcando um momento significativo tanto para o diretor quanto para a atriz envolvida.

Kiyoshi Kurosawa, celebrado globalmente por sua contribuição inestimável ao cinema, tem em seu currículo prêmios de prestígio como o de Melhor Diretor no Festival de Cinema de Cannes e o Leão de Prata no Festival Internacional de Cinema de Veneza. Seu mais recente projeto, “Chime”, foi exibido no Festival Internacional de Cinema de Berlim, consolidando sua reputação em festivais de cinema internacionais.

“Serpent’s Path” é um thriller que Kurosawa originalmente lançou em 1998 e agora, quase três décadas depois, decide revisitar e refazer. O próprio diretor expressou que esta nova versão pode ser considerada a obra-prima de sua carreira.

Ko Shibasaki, conhecida por sua atuação em sucessos recentes e uma turnê nacional como cantora, traz vida à psiquiatra Sayoko Niijima. Ao lado dela, Damien Bonnard, um ator francês aclamado por seu papel em “Les Misérables”, interpreta Albert, um pai sedento por vingança pelo assassinato de sua filha. Shibasaki, que teve que aprender francês para o papel, filmou completamente na França, adicionando autenticidade e profundidade ao seu personagem.

O filme se desenrola em Paris, com Shibasaki e Bonnard mergulhando em uma trama de vingança e busca pela verdade. Kurosawa elogia a performance de Shibasaki, afirmando que sua expressão misteriosa e seus movimentos intensificam a profundidade do filme. As locações francesas, juntamente com a tensão narrativa, prometem manter o público à beira do assento até o final surpreendente.

Kurosawa e Shibasaki compartilham suas experiências e desafios ao trabalhar neste projeto ambicioso, destacando o esforço e a dedicação necessários para trazer esta história à vida. A colaboração entre talentos japoneses e franceses, a superação de barreiras linguísticas, e a paixão compartilhada pela narrativa cinematográfica são evidentes, prometendo um filme que não só revisita um clássico mas o reinventa para uma nova geração.

“Serpent’s Path” representa não apenas um marco na carreira de Kurosawa e Shibasaki mas também uma ponte entre culturas, unindo Japão e França através da arte do cinema. Com um enredo envolvente, performances poderosas e uma direção magistral, o filme está destinado a ser um destaque nas telas de cinema em 2023.

Comentários estão fechados.