Um sobrevivente contou sua experiência ao pular do estúdio de Animação, Kyoto Animation Co, depois que um homem incendiou criminosamente o prédio na semana passada, resultando em 34 vítimas fatais. 




Segundo o jornal eletrônico, Japan Today, o funcionário de 52 anos desenhava paisagens de uma animação, quando ouviu uma mulher gritando, seguido por um colega correndo no primeiro andar alertando sobre o fogo, com o alarme de incêndio a tocar. 

 Uma fumaça preta saiu da escada em espiral cerca de poucos segundos depois. 

“Eu preciso escapar disso”, ele disse a si mesmo. Então se agachou e seguiu o caminho escuro até a varanda a poucos metros de distância de onde ele estava. No local já havia cerca de uma dúzia outros funcionários, que estavam encostados no corrimão gritando por ajuda. 

Ao olhar para baixo, o homem viu uma pessoa mergulhada em chamas e outra no chão há 5 metros debaixo da varanda. 

Ele pensou: “Morrer na fumaça ou pular e ficar seriamente ferido?”. Enquanto o homem lutava para decidir, outras pessoas o encorajavam a pular: “Está tudo bem, você pode pular! Você pode fazer isso!” 

O homem pulou da varanda e sofreu ferimentos leves. 

O ilustrador que desenhava na Kyoto Animation há cerca de 30 anos e viu o estúdio se erguer, lamentou o ocorrido.

“Todo o conhecimento adquirido e tudo o que o dinheiro jamais poderá comprar, foi destruído em um instante”, afirmou entristecido. “Gostaria de recuperar as obras de alta qualidade novamente. Isso seria um grande tributo aos meus colegas que perderam suas vidas”, completou. 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.