1.503 visualizações 49 segundo 0 Comentário

Surto de coronavírus provoca assédio em locais de trabalho no Japão

- 22 de abril de 2020
assédio em empresas aumenta devido ao coronavírus

Enquanto o medo e os temores sobre o novo coronavírus dominam o Japão, os sindicatos estão recebendo um número crescente de denúncias de cidadãos que estão enfrentando discriminação de seus superiores em empresas, além de assédio por clientes frustrados pela falta de mercadorias em maior parte dos estabelecimentos. 

Uma senhora de 73 anos, funcionário de uma empresa manufatura em Nara, disse que seu chefe andava gritando com os outros funcionários da empresa, pedindo para que parassem de pedir para que ela se juntasse à mesa nas refeições. Ela também disse que ele havia pedido para outros ficarem longe dela. 

“Só posso pensar que o motivo seja o COVID-19. Afinal, eu venho de Osaka todos os dias”, disse a senhora que mora em Osaka, onde o número de infectados vem crescendo em grande escala. 

Só na prefeitura de Osaka, mais de 1.200 foram infectados pela doença, em comparação a pouco mais de 60 na província de Nara. 

A mulher diz que tem sido uma experiência dolorosa, pois foi forçada a se distanciar das pessoas e parar de almoçar no trabalho. 

Leia também: Uber Eats JP vê um aumento de contratos nessa quarentena  

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão