De acordo com o Comitê Olímpico Internacional, os organizadores das Olimpíadas de Tóquio do ano que vem estão tentando encontrar maneiras de combater o calor e estão até mesmo pedindo conselhos às federações esportivas. 

Em Doha, a umidade e a temperatura diurna por volta dos 38 graus Celsius, tem chamado a atenção dos atletas e oficiais. Dado o clima, as corridas de maratona e caminhada do campeonato começaram por volta da meia-noite para minimizar os efeitos do calor. 

As temperaturas em Tokyo entre os meses de julho e agosto, que correspondem ao período em que irão ocorrer os jogos olímpicos e paraolímpicos, geralmente ultrapassam os 30 graus Celsius, além da alta umidade aumentando o desconforto. 




Uma das medidas é começar as maratonas às 6 da manhã para evitar o calor do meio-dia, as principais estradas estarão pintadas com resina que segundo organizados, refletirão os raios infravermelhos para reduzir a temperatura em até oito graus Celsius. Também já foram feitos testes com uma máquina que gera neve artificial para resfriar atletas e espectadores. 

Quando Tokyo sediou as olimpíadas da última vez em 1964, o calor não foi um problema porque os jogos ocorreram em outubro. Desde 1976, no entanto, a maioria dos Jogos de verão no hemisfério norte são realizados no meio do verão para se adequar às programações globais de transmissão. 

Leia também: Japão está testando neve artificial para as olimpíadas de 2020

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here