No ano passado, pela primeira vez, o número de turistas ultrapassou a marca dos 30 milhões, foram cerca de 31.2 milhões turistas no ano de 2018. Número que vem crescendo ano após ano e com a expectativa de atingir a meta de 2020, que é de cerca de 40 milhões de turistas, meta não muito distante dada as olimpíadas e paraolimpíadas que pretendem atrair muito mais turistas. De um ponto de vista geral, o continente asiático teve um aumento de 8.3% do número de turistas. O aumento de voos de países como Coreia do Sul e Tailândia contribuiu para esse crescimento. 




 

 Em 2018, 18 milhões de turistas visitaram áreas fora das três grandes metrópoles, Tokyo, Nagoya e Osaka. Para se ter uma ideia, em 2012 54% dos turistas ficaram nas áreas metropolitanas, já em 2015, esse número caiu para 48,2%. Em 2018, os turistas movimentaram cerca de ¥1 trilhão de ienes, em comparação a 2015, que foi de ¥656,1 bilhões.  

Esse aumento se dá a crescente demanda de atividades como esqui, snowboard, fontes termais, passeios pela natureza, esportes náuticos e até golfe. Em vias mais específicas, outra atividade que teve um crescente aumento foi a estadia em templos budistas, como o do Monte Koya, em Wakayama. De 2013 a 2015 o número aumentou cinco vezes mais. O Grande Santuário de Ise, localizado em Ise Shima, Mie, atrai anualmente cerca de 100 mil visitantes, visitantes que são atraídos pelas experiências que o lugar proporciona, como é o caso da tradicional pesca de mariscos através do mergulho, que é tradicionalmente realizado por mulheres na de cidade de Mie.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.