94 visualizações 30 segundo 0 Comentário

A economia japonesa estagnada, consumo está abaixo de 2020

- 5 de setembro de 2023

As famílias japonesas reduziram os gastos em julho, à medida que a inflação persistente continuou a minar o poder de compra, aumentando a pressão sobre o governo para aumentar a ajuda quando revelar um novo lote de medidas econômicas nas próximas semanas.

As despesas caíram 2,7% em julho em relação ao mês anterior – a maior queda desde fevereiro de 2022 – à medida que os consumidores reduziram os automóveis e as telecomunicações, mostraram dados do Ministério da Administração Interna na terça-feira. Os gastos também caíram 5% em relação ao ano anterior, o dobro do valor previsto pelos analistas.

Os dados fracos somam-se aos sinais de que a recuperação da economia está a lutar para ganhar impulso a nível interno, à medida que a inflação continua a ultrapassar os ganhos salariais e os gastos dos consumidores permanecem abaixo dos níveis pré-pandemia. Os principais preços ao consumidor subiram 3,1% em julho em relação ao ano anterior.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão – Tóquio

Jonathan Miyata

Comentários estão fechados.