136 visualizações 2 min 0 Comentário

A NHK judicializa cobrança de anuidade de família em Tóquio

- 8 de novembro de 2023

Pela primeira vez, a NHK entrou com uma ação civil exigindo o pagamento de anuidade de uma família que se recusa a assinar um contrato de recepção apesar de possuir uma TV.

A NHK anunciou que entrou com uma ação civil no Tribunal Sumário de Tóquio contra três famílias em Tóquio, exigindo que elas celebrem um contrato de recepção de transmissão e paguem taxas e prêmios de recepção.

A NHK disse que explicou sinceramente às três famílias, enviando documentos solicitando-lhes a celebração de contratos, bem como fazendo telefonemas e visitas, mas como último recurso não teve escolha senão abrir uma ação civil, incluindo um pedido de pagamentos da anuidade.

Uma decisão da Suprema Corte do Japão determinou que todas as pessoas com algum aparelho televisivo em casa é obrigada a pagar um valor anual que gira entre os ¥ 13.990 a ¥ 25.320.

A mesma decisão de 2013 obriga as pessoas a pagarem essa taxa mesmo se não não assistirem ao canal.

Além disso, se o residente não tiver uma televisão, mas tiver outros dispositivos eletrônicos como computador, laptop, celular ou tablet, também são obrigados a pagar.

Em outro flyer, outra mensagem bem intimidadora para o proprietário da residência.

A mensagem pouco delicada diz: “Se você está aí dentro, abra a maldita porta”

É estimado que atualmente 80% da população japonesa envie pagamentos para a emissora. Já 20% optaram por não pagar.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão – Tóquio

Jonathan Miyata

Comentários estão fechados.