86 visualizações 2 min 0 Comentário

A Ucrânia tem uma grande legião de fãs de animês japoneses

- 8 de dezembro de 2023

A Embaixada da Ucrânia no Japão citou um declaração feita pelo famoso criador de mangás, o japonês Matsumoto Reiji:

“Não devemos guerrear. Não nascemos para morrer. Nascemos para viver.”

Matsumoto Reiji

A Embaixada da Ucrânia referia se à desinteligência de quem promove a guerra e utilizou a frase do renomado criador de mangás.

Era algo que nem os japoneses sabiam, mas de acordo com o adido cultural da embaixada: Os animês japoneses são muito vistos na Ucrânia e inspiram um grande número de pessoas a estudar a língua japonesa. O seu impacto é enorme.

Lilia Skorohodova (20) foi uma das 70 estudantes refugiados da Ucrânia, próxima a Kiev, em março de 2022. Atualmente estuda no Japan University of Economics (Fukuoka/Dazaifu). A escolha pelo Japão se deve ao interesse por animês.

Hirano Takashi é um editor de uma agência de notícia ucraniana em Ukrinform. De acordo com Hirano, na Ucrânia há fãs fervorosos por animês japoneses. Os títulos mais assistidos atualmente são: Attack on Titan e Demon Slayer, Your Name, de Shinkai Makoto. No centro de Kiev é possível encontrar exemplares de animês, apesar da invasão russa estar prejudicando à atividade.

Em 2019 foi realizado o Comic Con Ukraine, com a presença de 40 mil pessoas.

Portal Mundo-Nipo

Sucursal Japão – Tóquio

Jonathan Miyata